Fique por dentro

Lexmark vai parar de produzir impressoras jato de tinta

As impressoras jato de tinta da Lexmark vão desaparecer das lojas aos poucos. A empresa, formada em 1991 a partir de uma divisão da IBM, está reestruturando suas operações e tentando cortar custos. A Lexmark pretende fechar sua fábrica e demitir 1,7 mil funcionários, o que equivale a 13% de sua força de trabalho.
Com a mudança nas operações, a Lexmark espera economizar US$ 95 milhões por ano. As demissões envolvem funcionários que trabalham na produção, suporte e desenvolvimento de impressoras jato de tinta. A fábrica em Cebu, nas Filipinas, será fechada em 2015 e eliminará 1,1 mil funcionarios. Outros 600 empregados deverão sair da empresa no final de 2013, quando a Lexmark encerrará o desenvolvimento de tecnologias de jato de tinta no mundo inteiro.

Impressoras jato de tinta da Lexmark vão sumir do mercado.
Você ainda não precisa jogar fora sua impressora da Lexmark com medo de ficar sem tinta. A empresa prometeu continuar fornecendo cartuchos e outros suprimentos para as impressoras já lançadas, embora não se saiba até quando isso acontecerá (e sempre existem os cartuchos alternativos). O suporte técnico também continuará funcionando.
O setor de jato de tinta foi responsável por 21% dos lucros da empresa em 2012 e as tecnologias desenvolvidas pela Lexmark poderão ser vendidas para outra companhia. Os investidores da Lexmark gostaram das mudanças: no momento da publicação desta notícia, as ações da empresa na bolsa de Nova York subiam mais de 17%.
Com informações: Mashable.
Créditos: http://tecnoblog.net

Sobre Unknown

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.